79%
Sim
21%
Não
68%
Sim
15%
Não
7%
Sim, mas apenas no que se refere a doenças contagiosas
3%
Não, em vez disso deve financiar campanhas publicitárias públicas sobre os riscos e os benefícios
3%
Sim, elas são essenciais para proteger outras crianças que são demasiado novas para ser vacinadas
2%
Não, mas tornar a vacinação obrigatória para frequentar a escola pública
1%
Sim, mas com exceções nos casos em que a religião proíbe o uso de vacinas
1%
Não, mas deverá considerar os pais responsáveis pela transmissão de doenças mortais a outras crianças

Resultados Históricos

Veja como o apoio a cada posição sobre “Vacinações Obrigatórias” mudou ao longo do tempo para 123k eleitores Portugal .

Carregamento de dados...

Carregando gráfico... 

Importância Histórica

Veja como a importância do “Vacinações Obrigatórias” mudou ao longo do tempo para 123k eleitores Portugal .

Carregamento de dados...

Carregando gráfico... 

Outras Respostas Populares

Respostas exclusivas de usuários Portugal cujas opiniões vão além das opções fornecidas.

 @Anagrelarespondidas…2 anos2Y

Sim desde que a vacina em si seja suficientemente segura e estudada, é o risco inerente à não toma seja evidentemente superior

 @9KQZSFXrespondidas…1 mês1MO

Não, mas deve negar qualquer apoio financeiro no tratamento das doenças que surgirem da não vacinação, bem como das sequelas que possam surgir.

 @9KMKNHMda Guarda respondidas…2mos2MO

Não devemos de obrigar ninguém a fazer nada somos seres livres e cada um sabe da sua vida. Eu sou a favor das vacinas mas não posso obrigar uma pessoa que não quer ser vancinada a fazer o mesmo.

 @9KL2S5Krespondidas…2mos2MO

Sim, mas ter capacidade de decisão em casos de vacinas pouco testadas a longo prazo, como por exemplo, COVID-19

 @9K9R76Bda Braganca respondidas…2mos2MO

Depende das vacinas, esse comprometimento deve ser mais da responsabilidade pelas pessoas competentes para tal fora do governo, muitos dos médicos que estão no governo não sabem de nada.

 @9K75VXQrespondidas…2mos2MO

Sim, para as doenças contagiosas mas com excepção para quem consiga demonstrar que consegue cuidar da saúde dos filhos com recurso a estilos de vida mais saudáveis e medicinas alternativas e por alguma razão, não seja a favor de vacinas.

English Português